Os desenvolvedores do DEFT Linux, distro voltada para análise forense, anunciaram a versão oficial de uma edição chamada DEFT Zero, versão 2017.1, e baseado no Lubuntu 14.04.02 LTS. E pensada para ser uma versão “leve” do DEFT Linux, ideal para ambientes com pouco recurso. Depois de algum tempo sem nenhuma atualização, essa nova versão promete ser repleta de novidades.

DEFT Linux Zero Edition

DEFT Linux, distribuição Linux, criada na Itália, tem como objetivo auxiliar investigadores, policiais, administradores de sistemas ou qualquer pessoa que deseja realizar uma análise forense em um computador, seja ele Linux ou Windows. Em resumo, essa distribuição permite descobrir o que houve em determinado incidente computacional; através da análise dos rastros deixados (forense). Além disso, é possível realizar a recuperação de arquivos removidos acidentalmente, com o dd_rescue e photorec; ferramentas previamente instaladas.

Em relação ao DEFT Zero, versão projetada para ser uma versão “leve” do DEFT Linux, ela foca no baixo consumo de recursos computacionais. Requer um espaço em disco, consideravelmente, mais baixo. Pouca RAM e, apenas, um CDROM/pendrive para inicializar. Tecnicamente, essa versão precisa de 400 Mbytes para iniciar e baixo consumo de hardware (suporta 32 e 64 bits). Para manter esse objetivo, o DEFT Zero vem com suporte para NVM Express (NVMe) e memórias eMMC, como as encontradas nas edições do MacBook 2015, bem como o suporte UEFI (Unified Extensible Firmware Interface) – incluindo computadores com o Secure Boot habilitado.

DEFT Zero também oferece aos usuários suporte para montar dispositivos em modo de leitura/escrita ou somente leitura, assim como a edição completa do DEFT Linux.

O DEFT Zero é baseado no Lubuntu 14.04.02 LTS (ambiente de desktop LXDE) e seus lançamentos futuros serão desenvolvidos em paralelo ao DEFT Linux (full edition) 😉

Download

A imagem ISO para download está disponível no site oficial do DEFT Linux ou diretamente AQUI.

Essa versão possui 3 opções de inicialização (GUI mode, RAM preload e Text Mode). A “GUI mode” inclui o modo Live. A “RAM preload” inclui a capacidade de copiar o conteúdo para a RAM (mesmo com o pendrive/CDROM ejetado) e o “Text Mode” inclui modo Live somente em modo texto; sem ambiente gráfico.

Para mais informações, confira o guia completo de lançamento.

Publicidade

Via | Softpedia