Monit é um programa open source para gerenciar e monitorar processos, serviços, arquivos, diretórios e
sistemas de arquivos em um sistema Linux. Ele realiza manutenção e reparação automática dos ativos
monitorados, tais como os serviços: apache, mysql e ssh. Ele tem uma interface web de fácil utilização, onde
você pode visualizar diretamente o estado do sistema.

Este artigo foi escrito baseado na distribuição Ubuntu 12.04 32 bits Desktop. Mas poderá ser facilmente
adotado em distribuições derivadas do Debian e outras derivações, tais como: RHEL, CentOS e Fedora.

O que realmente o Monit pode fazer

Você pode usar o Monit para monitorar os processos ou serviços rodando localmente no sistema. Ao contrário
de muitos sistemas de monitoramento, o Monit pode reagir se uma situação inesperada ocorrer. Por exemplo, se
o serviço apache está usando muitos recursos (por exemplo, se um ataque de negação de serviço está
acontecer) ele pode parar ou reiniciar o apache e enviar uma mensagem de alerta. Ele também pode monitorar
características do processo, como: quantos ciclos de memória ou quanto de CPU está sendo usado.

Passo 1: Instalação

Para usuários do Ubuntu/Mint/Debian:

sudo apt-get install monit

Passo 2: Configuração

O Monit tem uma interface web disponível na porta 2812, acessível pelo browser. Para habilitar este recurso

é necessário fazer algumas mudanças no arquivo de configuração, localizado em /etc/monit/monitrc (para

sistemas Ubuntu/Mint/Debian) e /etc/monit.conf (para sistemas RHEL/CentOS/Fedora):

sudo gedit /etc/monit/monitrc

E descomente a seguinte seção, que permite você configurar o endereço IP, usuário e senha do serviço monit:

Por fim, para iniciar o serviço execute o comando:

sudo /etc/init.d/monit start

Passo Final: Acesso

Agora, você está habilitado para acessar a interface web. Basta digitar http://localhost:2812 e informar o usuário admin e senha monit:

O que monitorar?!

Uma vez que você tem tudo instalado/configurado, é preciso definir quais serviços/recursos serão

monitorados. Cada recurso monitorado, deve ser inserido na seção “Services” do arquivo /etc/monit/monitrc

(para sistemas Ubuntu/Mint/Debian) e /etc/monit.conf (para sistemas RHEL/CentOS/Fedora).

Para exemplificar, seguem alguns exemplos de serviços mais monitorados:

Publicidade

SSHD

Mysql

Para acessar outros tipos de monitoramento acesse o link