13 comandos básicos yaourt para você gerenciar melhor os pacotes do AUR

yaourt_archLinux

O Yaourt (Yet AnOther User Repository Tool ou “ainda outra ferramenta de repositório de usuário”) é um gerenciador de pacotes desenvolvido para completar o conhecido pacman. Foi desenvolvido por Julien Mischkowitz e Tuxce; usuários da Comunidade Arch Linux Francês e tem como o diferencial conseguir pesquisar, atualizar e instalar pacotes do AUR. Se você é novo no Arch Linux ou em distros derivadas, você pode querer considerar o uso de Yaourt.

AUMENTE SUA PRODUTIVIDADE!
Crie e administre aplicações entre ambientes diferentes. Tenha agilidade e padronização na entrega dos serviços de TI. E, assim, ganhe tempo e seja eficiente na entrega desses serviços. Saiba como

1 – Instalar ou atualizar um pacote

yaourt -S pacote

2 – Instale um pacote local ou a partir da web

yaourt -U / caminho_do_pacote

3 – Encontre um pacote

yaourt pacote

4 – Informação sobre um pacote instalado

yaourt -Qi pacote

5 – Obter informações sobre um pacote nos repositórios

yaourt pacote -Si

6 – Remover um pacote

yaourt -R pacote

7 – Remover um pacote e suas dependências que não são necessários a outro pacote instalado

yaourt -Rs pacote
ATENÇÃO: Esta operação é recursiva, e deve ser usado com muito cuidado, pois poderia eliminar um pacote principal e corromper o sistema

8 – Remover um pacote e suas dependências e todos os pacotes que dependem dele

yaourt -Rsc pacote

9 – Remover um pacote que é exigido por outro, sem retirar suas dependências

yaourt -Rdd pacote

10 – Atualizar os pacotes de banco de dados

yaourt -Syy

11 – Limpar o cache de pacotes

yaourt -Scc

12 -Atualizar o sistema

yaourt -Syu

13 – A atualização do sistema, incluindo pacotes do AUR instalados

yaourt -Syua
Ricardo Ferreira

Ricardo Ferreira

Fundador do Linux Descomplicado - LD.

Sempre em busca de novos conhecimentos, preza por conteúdo de qualidade e auto-explicativo. Por isso, persiste em criar um site com artigos relevantes para todos os leitores do Linux Descomplicado!
Ricardo Ferreira

Comentários

comentários


VOCÊ TAMBÉM PODERÁ LER...