Apesar de no último mês a Canonical ter dito que o Wayland não estava pronto, ela confirma que ele será o “novo” servidor gráfico da sua próxima versão do Ubuntu, a 17.10 ‘Artful Aardvark’.

Depois do futuro do Ubuntu, após a descontinuidade do Unity 8 e Ubuntu Phone, com o GNOME, a Canonical passou a ‘ficar mais próxima’ da comunidade e compartilhar seus anseios e vontades para o próximo lançamento da distribuição – Ubuntu 17.10 ‘Artful Aardvark’.

Confirmada por Didier Roche, desenvolvedor da Canonical e participante GUADEC 2017, evento anual da comunidade GNOME, afirmou que o Ubuntu 17.10 virá com Wayland por padrão, deixando o Xorg como alternativa.

Assim, entra no rol de distribuições que ‘aderiram’ ao Wayland como substituto ao Xorg – no caso do Fedora, por exemplo.

No entanto, essa ‘migração’ não é feita de uma vez. Pois, o Wayland ainda encontra ‘obstáculos’. Ele está longe de estar pronto para quem pretende jogar, por exemplo. Relatórios mais recentes mostram que os usuários ainda estão encontrando problemas gráficos com os drivers proprietários da Nvidia e da AMD Radeon.

GNOME Shell ‘personalizado’

* Não é a ‘versão definitiva’ do Ubuntu 17.10

Em relação ao desktop do Ubuntu 17.10, ele está sendo ‘modelado’ pela própria comunidade, através de questionamentos e enquetes. Incluindo extensões, primeiramente, e aplicativos, posteriormente.

O objetivo é ‘personalizar’ conforme as opiniões dos usuários e dá um ‘norte’ de como o ambiente GNOME Shell no Ubuntu 17.10 e Ubuntu 18.04 será lançado – preservando, tanto quanto possível, ‘as raízes’ do GNOME Shell ‘puro’.

Ou seja, o Ubuntu 17.10 vai oferecer diferenças sutis em relação ao GNOME Shell ‘puro’. Todas essas mudanças serão lançadas nas próximas semanas e você poderá ver todas na versões ‘Daily Builds‘.

Via | MuyLinux | DidRocks

Publicidade

Mais sobre o Ubuntu

Evolução histórica do Ubuntu Destkop – da 4.10 a 17.04
5 acontecimentos importantes depois do anúncio da Canonical sobre o Unity e Ubuntu Phone
Ubuntu encerra suporte ao Unity 8 e retorna ao GNOME na versão 18.04

SIGA O LINUX DESCOMPLICADO

InstagramTelegramFacebookTwitterYouTube