Uma das etapas do desenvolvimento de uma ferramenta web é incluir mecanismos de monitoramento de atividades para extrair métricas importantes, bem como: número de visitas diárias, de onde são provenientes os acessos, que browser e sistemas operacionais são usados, qual o tempo médio de acesso ao site, como chegaram até a ferramenta; entre outras. Esses dados são importantes, pois pode ajudá-lo a direcionar melhor os seus produtos/serviços. Assim, a maneira mais rápida e eficaz para coletar todas essas informações é utilizar uma ferramenta de análise web. Portanto, seguem 3 alternativas open source para o Google Analytics – indiscutivelmente a plataforma mais utilizada nesse nicho.

Muitos desenvolvedores e empresas (independentemente do tamanho) procuram, imediatamente, a ferramenta Google Analytics. Contudo, se o foco é manter o controle dos dados e ter segurança do que é monitorado; recomendo utilizar uma ferramenta que você possa ter controle sobre. Sendo assim, seguem 3 alternativas open source para o Google Analytics.

Piwik

O Piwik é uma solução open source para criar relatórios detalhados do acesso aos nossos sistemas. O Piwik consegue produzir relatórios com base ao número de acessos únicos de utilizadores, Keywords, browsers, entre outros. A plataforma foi desenvolvida em PHP e utiliza o MySQL como SGBD. Desta forma, basta ter, por exemplo, um servidor web com suporte para essas tecnologias e em alguns minutos o PiWiki estará funcinando. Para cada site é gerado um código para tracking em javascript, que deverá ser colocado no código do seu site.

Open Web Analytics

O Open Web Analytics (OWA) é uma alternativa livre e segura ao Google Analytics. Open Web Analytics (OWA) é um framework open source escrito em PHP. OWA pode ser usado em sites ou sistemas web. Ele pode ser baixado no site oficial e instalado no seu servidor e ainda pode ser integrado ao seu WordPress.

Countly

Countly é uma ferramenta web analytics open source que oferece uma plataforma de relatórios completa. Ele coleta dados de telefones celulares, tablets e outros dispositivos conectados à Internet. E analisa o uso e comportamento do usuário final. Através de uma API Javascript, o Countly consegue coletar dados de diversas plataformas móveis. Por fim, o Countly é constituído de 2 partes: o servidor que coleta e analisa dados; e um SDK (móvel, web ou desktop) que envia esses dados.

Publicidade

Via Fonte