Manter dados críticos salvos em servidores é uma grande responsabilidade para os profissionais que precisam ter soluções para uma situação inesperada, como por exemplo: a perda desses dados. Diante disso, além de conhecer as técnicas de backups (incremental, diferencial e total), é preciso utilizar ferramentas que provenham segurança e integridade na realização do backup. Sendo assim, o rsync é uma ferramenta que oferece o método de backup incremental. Contudo, o canal de comunicação não é encriptado. Assim, a ferramenta rsync unida com o ssh formam um conjunto de ferramentas ideal para backups seguros e confiáveis. Nesse tutorial, será descrito como realizar backup incremental usando a ferramenta rsync via ssh.

sobre o rsync

O rsync é uma ferramenta amplamente usado para manter cópias (backups) de arquivos/diretórios em discos remotos (em um ou mais servidores de rede). Possui funções de sincronização e transferência de arquivos, pois o algoritmo foi criado para transferência eficiente de dados, verificando a versão do arquivo local e remoto, garantindo o princípio do backup incremental – fazer backup somente dos arquivos novos ou modificados desde a última execução do backup.

Tecnicamente, diferentemente de outras ferramentas disponíveis para transferência de arquivos, o rsync quebra o arquivo de origem em vários pedaços e gera uma pequena assinatura de cada pedaço. Depois, envia pela rede estas assinaturas e, fazendo o mesmo do outro lado, descobre quais pedaços faltam no arquivo de destino para torná-lo igual ao de origem.

A ferramenta está disponível, por padrão, nas principais distros Linux. Verifique executando o comando:

$ man rsync

e o ssh?

Como visto, o rsync garante somente o mecanismo de transferência de dados. Em outras palavras, o canal de comunicação fica inseguro (não encriptado) comprometendo a integridade dos dados transferidos.

Assim, o SSH (Secure Shell) por padrão oferece essa segurança; pois toda a transmissão de dados é criptografada.

mão na massa

O ambiente montado ficou assim:

Execute o seguinte comando, conforme o ambiente, para sincronizar arquivos/pastas do servidor local para o servidor remoto, usando o rsync via ssh.

$ rsync -arvz -e ‘ssh -p {{22 ou outra porta SSH}}’ –progress /backup-local [email protected]:/backup-remoto

Pronto!! Verifique os arquivos transferidos 😉

Sendo assim, você observa que o uso do rsync com SSH é simples, rápido e seguro.

Publicidade

Via Fonte